Rádio Dom Bosco ganha o primeiro lugar do I Prêmio ADPEC de Jornalismo

Na noite desta segunda-feira (18) a Associação dos Defensores Públicos do Estado do Ceará (Adpec) realizou a cerimônia de entrega do I Prêmio Adpec de Jornalismo no auditório da Associação Cearense de Imprensa (ACI). Os nove vencedores receberam troféus, certificados e uma quantia em dinheiro. Após a cerimônia de entrega foi realizada uma recepção no terraço da ACI.

A diretoria de Adpec criou o Prêmio com o objetivo de reconhecer, nos veículos de comunicação e seus profissionais, a capacidade de disseminar a democratização do acesso à justiça, aproximando ainda mais os Defensores Públicos dos assistidos. A premiação pretende dar visibilidade ao trabalho defensorial, estimulando o debate e a reflexão sobre ações sociais e de direitos humanos desenvolvidas pelos Defensores Públicos nas suas variadas áreas de atuação. Por acreditar em uma política institucional de transformação social, onde o que é direito para o defensor se materializa em direitos para os usuários dos serviços da Defensoria.

O I Prêmio Adpec de Jornalismo foi dividido em três categorias (jornalismo impresso, telejornalismo e radiojornalismo) e reuniu o valor de 16.500,00 em premiações, divididos em 1º, 2º, e 3º lugar. A comissão julgadora foi formada pela comunicação da Adpec, Anadep e Defensoria Pública Geral, pelo Sindicato dos Jornalistas do Ceará, por dois diretores da Adpec e representantes da Associação Cearense de Imprensa e do Sindicato dos Radialistas do Ceará. “Reconhecemos no Prêmio um excelente instrumento de democratização desse acesso à justiça. Na edição de 2018 iremos ampliar as categorias e trabalharemos o tema da Campanha nacional dos Defensores Públicos que será o sub registro”, revela Ana Carolina Gondim, presidente da Adpec.

A Adpec é a quinta associação de defensores no país a realizar um prêmio de jornalismo. “A ANADEP parabeniza e apoia o I Prêmio ADPEC de Jornalismo. A iniciativa é um excelente instrumento de aproximação com a imprensa, além de ser também um canal para divulgar o trabalho das defensoras e dos defensores públicos do Ceará. Com certeza o prêmio vai destacar a importância da Defensoria Pública não apenas na mídia, mas também para os usuários dos nossos serviços”, destaca o presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), Antonio Maffezoli.

Com três categorias, os prêmios foram concedidos aos três primeiros colocados, resultando em nove reportagens premiadas. A série do jornal O Povo que mostra a realidade de presos provisórios que ficam detidos mais tempo do que deveriam, do repórter Igor Cavalcante, ganhou ontem o primeiro lugar da categoria Impresso. Com a matéria Histórias e Conflitos de quem precisa de Justiça, de Germana Pinheiro, a Rádio O Povo CBN também foi contemplada, ficando com o terceiro lugar na categoria Radiojornalismo.

Na categoria Jornalismo Impresso, além do jornal O Povo, o Diário do Nordeste ganhou a segunda e a terceira colocações, com conteúdos dos repórteres Emanoela Campelo e de Nícolas Menezes, respectivamente.

Na categoria Radiojornalismo, o primeiro lugar foi para Jocasta Pimentel e Roberta Farias, da rádio Dom Bosco. A equipe vencedora recebeu os prêmios das mãos do presidente da ACI, Salomão de Castro. Na segunda colocação, ficou Alex Sandro da Silva, da rádio 810 Verdinha. No Telejornalismo, os vencedores foram as equipes comandadas por Lyana Ribeiro, da TV Diário, Suely Frota, da TV Assembleia, e Chagas Leal Mota, da TV Verdes Mares.

Fonte: ADPEC e ACI